terça-feira, 28 de junho de 2016

Laudo confirma morte de estilista por overdose

O laudo cadavérico da estilista e estudante universitária Yrna Castro de Sousa Lemos, encontrada no dia 1º de maio dentro do porta-malas do carro do namorado, confirma que a causa da morte foi overdose de morfina combinada com uso de álcool. O documento produzido pela Perícia Forense do Ceará (Pefoce) foi concluído semana passada, mas a informação sobre o resultado foi confirmada ontem pelos advogados que representam as famílias da estilista e do namorado dela.


O jornalista e empresário Gregório Donizeti Freire Neto, o 'Greg', namorado da vítima, teria fabricado em casa o entorpecente à base de morfina que foi usado por ele e Yrna no dia em que ela morreu. 'Greg' responde, em liberdade, pelo crime de ocultação de cadáver, uma vez que admitiu ter escondido o corpo da namorada no porta-malas do carro, um Mercedes-Benz modelo C-180.

Leia a matéria completa, clicando no link abaixo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... '