quinta-feira, 30 de junho de 2016

Lei que prevê pulverização aérea de inseticida contra o Aedes aegypti recebe críticas de entidades

A lei que autoriza o uso de aviões para pulverizar substâncias químicas contra o mosquito Aedes aegypti, sancionada esta semana pelo presidente em exercício, Michel Temer, foi duramente criticada por organizações de saúde e combate a agrotóxicos.

Publicada nesta terça-feira, 28, no Diário Oficial da União, a Lei 13.301/2016 prevê a “incorporação de mecanismos de controle vetorial por meio de dispersão por aeronaves mediante aprovação das autoridades sanitárias e da comprovação científica da eficácia da medida” como umas das medidas de combate ao mosquito transmissor de dengue, zika e chikungunya.

Leia a matéria completa, clicando no link abaixo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... '