INFORME PÚBLICO

INFORME PÚBLICO
LEILÃO ONLINE E PRESENCIAL DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CARIRÉ-CE

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Marido matou mulher por suposta traição e ao ser preso pede perdão e se diz '''arrependido'''

Após ser preso, o vendedor Lucas Luciano de Sousa Silva, de 21 anos, pediu perdão por ter matado a mulher, a estudante de pedagogia Letícia Bruna Lopes Santos, de 19 anos, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. Segundo a Polícia Civil, ele alegou que esganou a mulher enquanto ela dormia por causa de uma traição.

“Estou arrependido do que fiz. Só queria pedir perdão e só isso, mais nada. Foi num momento de raiva, de ira”, disse Lucas à imprensa após ser detido.

A prisão do vendedor ocorreu na noite de terça-feira (25), quando ele foi à delegacia para cobrar providências sobre o sumiço da esposa. Horas antes, Lucas havia dado uma entrevista à TV Anhanguera, ao lado de parentes de Letícia, pedindo ajuda para localizá-la.
A família havia registrado o desaparecimento da jovem porque não via Letícia desde a noite de segunda-feira (24), quando saiu para ir à faculdade. O marido alegou que tinha visto a esposa no momento em que ela embarcava em um ônibus.

“A gente pegou o ônibus que é o Oriente Ville, de lá fomos até o Terminal Garavelo. No Terminal Garavelo eu fiquei na catraca, e ela continuou no ônibus. Assim que eu passei a catraca eu a vi entrando no ônibus 020”, contou à TV Anhanguera

Morte

De acordo com o delegado regional de Aparecida de Goiânia, André Fernandes, a versão dele não procedia. "Foi tudo mentira. A gente já tinha elementos demonstrando que era suspeito do crime. Ele foi à delegacia pedir mais empenho na investigação, mas acabou sendo preso e confessando o crime", afirmou ao G1.

O vendedor contou que matou a mulher na noite de segunda-feira (24). Conforme a polícia, o crime ocorreu na casa deles. “Ela estava dormindo na cama do casal, e ele aproveitou da situação e a esganou com as mãos e a asfixiando no quarto do casal”, disse o delegado.
No fim da tarde de segunda-feira, o corpo da vítima foi localizado por vizinhos em um lote baldio a menos de 100 metros de onde o casal morava. Ele estava embaixo de um monte de entulho.

Lucas deve responder por homicídio qualificado. "Teve o período para se recuperar da raiva dele, refletir sobre o que estava acontecendo na vida dele, mas ele entendeu por bem tirar a vida dela, da sua esposa", opina o delegado.

Desespero

Letícia e Lucas estavam casados há 2 anos. Os familiares nunca suspeitaram de problemas no relacionamento. “Ele não demonstrava ciúmes. Os vizinhos dizem que eles sempre passavam de mãos dadas para ir a igreja”, relatou Ana Lúcia Batista, tia da vítima.

Primo de Letícia, Wellington Mesquita ficou chocado com a frieza de Lucas. "É um psicopata porque passar o dia inteiro do seu lado, falando que vai achar, é um absurdo", desabafou.

Os parentes estão arrasados com o crime. "Agora como qua a família fica? Só na dor, na dor imensa. Minha irmã está arrasada”, lamentou Ana Lúcia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.