quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Pesquisadores acreditam ter encontrado o organismo que deu origem a nós!

Cientistas do Reino Unido, Alemanha e China acreditam ter encontrado o ancestral mais antigo do ser humano. Trata-se do Saccorhytus, um animal microscópico descrito em pesquisa publicada na revista científica Nature como a fase mais primitiva de evolução que teria levado aos peixes e, consequentemente, ao ser humano.

Segundo os pesquisadores, o organismo teria vivido há 540 milhões de anos e é o representante mais antigo da categoria animal conhecida como deuterostômios. Estes são ancestrais comuns a várias éspecies de animais, inclusive os vertebrados.
Os fósseis do animal são descritos como "estranhamente bem preservados" e foram encontrados na província chinesa de Shaanxi. "A olho nu, os fósseis que estudamos possuíam pequenos pontos pretos, mas no microscópio o nível de detalhe se revelou surpreendente", disse Simon Conway Morris, da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, à BBC.

Os cientistas dizem que o organismo vivia entre grãos de areia no fundo do mar e possuía cerca de um milímetro de tamanho. Para eles, um deuterostômio primata pode significar a fase mais primitiva de vários animais, inclusive nós, humanos. "Todos os deuterostômios tinham um ancestral comum, e provavelmente seja esse animal", afirma Morris.

As análises mostram que o Saccorhytus não possuía ânus, sugerindo que sua alimentação e excreção eram feitas pelo mesmo orifício. Inclusive, sua característica mais marcante é justamente a boca, muito maior do que o próprio corpo. Através dela ele engolia partículas e até mesmo outros organismos.

A criatura apresenta estruturas cônicas pelas quais a água engolida escapava, resultando em uma versão bem primitiva de guelras. Além disso, possuía uma pele final flexível e alguns músculos, o que o ajudava a se locomover.

Os deuterostômios são muito diferentes entre si, o que dificulta a identificação de uma ancestral primata por parte dos especialistas. Antes dessa descoberta, os deuterostômios já conhecidos datam de 510 a 520 milhões de anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... '